quinta-feira, outubro 19, 2006

Apareceram os pêssegos










Na tentativa de criar arquivos com ligação para ordenar por assuntos o blogue - coisa que não está fácil -, encontrei neste editor as imagens perdidas do pêssego feio por fora e bonito por dentro, que deu esta compota capaz de consolar um morto.

Portanto pense sempre: quem vê caras, não vê corações. Já o inverso não é verdadeiro. Muitas vezes pelo coração se vê a cara. A tal coisa de o rosto ser o espelho da alma. Ou é ao contrário?

Hoje estou mais filósofo confuso que gastrónomo preciso. É que comi umas castanhas assadas que eram uma delícia de tão doces, e dizem que não é fácil filosofar com a barriga cheia.










Entretanto, está em fase adiantada uma compota semelhante de marmelo, mas com mais alguma coisa que marmelos, água e açúcar. Veremos se fica tão boa como a dos pêssegos, a dos damascos, a das pêras, a dos figos vindimos. Sem dúvida que tenho andado este ano com a mania das compotas.

Etiquetas:

2 Comments:

At 21/10/06 23:12, Blogger cinderela-dos-pes-grandes said...

Mania muito louvável!... ;)

 
At 23/10/06 02:42, Blogger o avental said...

E uma mania aborrecida, Cinderela. Demoram-me uma porção de dias. Também agora só me faltam as castanhas.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home