terça-feira, outubro 24, 2006

Um velho petisco em escabeche

Comi estas espetadas ainda nem devia ter barba, numa tasca da Praça da Batalha, no Porto, cidade onde passei a infância e parte da adolescência. Desde então nunca mais as esqueci. Consegui recriá-las, e esta é a terceira vez que as faço. Soube, entretanto, que terão nascido em Aveiro, no séc, XVII. Provectas espetadas! Dizem que em Aveiro as fritam ou fritavam. Não vejo hoje nenhuma utilidade nisso, apenas o inconveniente de se tornarem duros os mexilhões. De resto, as espetadas não são para se guardar mais de três dias, tão gulosas se tornam. Vão num ai. O vinagre, o frio do frigorífico e o pouco tempo que duram protegem os mexilhões de qualquer desenvolvimento bacteriano.

Aproveitei, no próprio dia, os mexilhões que sobraram da sopa e enfiei-os em palitos aos cinco em cada um. Fiz um escabeche na sertã, passando por azeite alho esmagado, um ramo de salsa e cebola às rodelas, temperei com pimenta preta e dei-lhe um pouco de cor com pimentão comum, que para pouco mais serve o pimentão dos hipers da Lusitânia. Juntei um pouco da água dos mexilhões, vinagre, vinho branco, deixei ferver. Dispus as espetadas numa tigela com o molho a cobrir e guardei-as no frigorífico e hoje provei-as. Estão boas e amanhã ainda estarão melhores. Servem para um petisco ou para uma entrada.

Etiquetas:

9 Comments:

At 24/10/06 11:27, Blogger colher-de-pau said...

Vejo que tem andado ocupadíssimo entre os tachos e as panelas....
Eu por acaso também, mas das minhas não saem estas criações, mas sim coisas mais bem modestas e singelas!
Este fim de semana foi a vez de pôr mãos à obra com os marmelos. E foi marmelada e geleia com fartura!
E fiquei curiosa em relação à sua sobremesa de marmelo!

 
At 24/10/06 19:02, Blogger Paula said...

Fantástico petisco!

 
At 24/10/06 19:36, Blogger Justa said...

A sua inspiração está a tornar-se um caso sério. Ontem, obrigou-me a passar no Rei dos Queijos antes de ir para casa. Hoje, que estou a ter um dia de cão, sem tempo para comer decentemente, põe-me a salivar com o petisco!

 
At 24/10/06 22:10, Blogger o avental said...

Colher de Pau, este fim de semana nem por isso, os pratos eram relativamente simples, nem sobremesa fiz (ando um pouco avesso a elas). O que de facto me deu mais trabalho foi acabar a compota de marmelo. Vou pô-la hoje, melhor, amanhã, depois da meia-noite de hoje :) Está escrita, só falta redimensionar as fotos.

Ah, o bife é simples e, num comentário à entrada de baixo, demonstro que fica por 11 euros para duas pessoas.

Mas muitas vezes dá-me vergonha pôr coisas destas, lembro-me da má alimentação, da subnutrição e da fome que vai por esse mundo sem Deus, e no nosso próprio e tão europeu país :(

 
At 24/10/06 22:15, Blogger o avental said...

Paula, tenho passado quase todos os dias, senão todos os dias pelo Rap'ó Tacho, para ver se já chegou o ADSL. Ou é vontade de estar longe do blogue?

 
At 24/10/06 22:20, Blogger o avental said...

Justa, rio-me. Espero que o molho lhe tenha saído bem :) Ah, os dias de cão! Tenho dias desses quatro, cinco vezes por semana :-O Se as espetadas estivessem no seu frigorífico alegravam-na. São tão fáceis de fazer!

 
At 24/10/06 22:31, Blogger Elvira said...

Isto é uma receita da região da Beira Litoral que eu aprecio imenso! Obrigada por me relembrar o quanto este petisco sabe bem! :-)

 
At 25/10/06 01:47, Blogger o avental said...

Elvira, só soube, depois de recriar as primeiras espetadas, que eram da Beira Litoral, sendo azar meu o facto de não ter encontrado nunca as ditas, ainda por cima, por razões da minha vida, ter conhecido e conhecer bastante bem Aveiro e os seus melhores restaurantes, além de bastantes pessoas. Mas já vi no Google que há restaurantes em Aveiro com elas.

Já fiz a segunda prova das espetadas, estão óptimas e amanhã, como estarão melhores ainda, não vai sobrar nenhuma.

 
At 26/10/06 15:16, Blogger Paula said...

O ADSL chegou finalmente... foi difícil, porque a chuva não tem dado tréguas e é difícil esticar cabos nestas condições, mas estou novamente no activo!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home