sábado, setembro 02, 2006

A estreia com um vinagre de framboesas

À falta de quem me oferecesse uma câmara digital, adiantei-me, pensando que me servia muito bem uma das baratitas. Do que eu gostava mesmo, magicava, era só de apreciar fotografia de arte e nunca me passara pela cabeça realizar-me nela. Lembrei-me até de que, nos verdes anos, tinha considerado parvamente a fotografia uma arte menor, como - adiantava então - a cerâmica em relação à escultura.

O resultado está nestas primeiras imagens. As garrafas de vinagre parecem duas torres de Pisa, cada uma a tombar para seu lado, e a terceira imagem, onde se vê a cor que o vinagre ganhou em 24 horas, está desfocada.

Mas julgo que me salvo com este vinagre em dois episódios, o presente, o do início, e o segundo, a escrever de ontem a duas semanas.

Utilizei 125 g de framboesas e 440 ml do que me pareceu um bom vinagre de cidra. Esterilizei previamente o frasco onde iria juntar o vinagre e os frutos, o frasco e a tampa, meia hora, no forno, a 120ºC. Agora todos os dias lhe dou três ou quatro agitadelas, isto até ao dia do segundo episódio. Acrescento que o frasco, de o,5 l, tinha servido a um iogurte simples, com glicose (no rótulo chamam-lhe açúcar de uva, eufemismo comercial com o fim de fugirem a esse para muitos palavrão assustador que o açúcar das uvas é). Uma maravilha de iogurte que se pode comprar no Lidl, passe a publicidade grátis.

É um vinagre que serve para saladas, molhos, marinadas, para o que o nosso engenho imaginar. Quanto a mim, de original, tenho na cabeça uma sobremesa em que penso entrará a matar, lado a lado com mel de flor de laranjeira. A seu tempo a farei e a porei aqui, espero que com imagens mais hábeis do que estas.

Etiquetas:

3 Comments:

At 3/9/06 03:00, Blogger Fezoca said...

as fotos estao otimas e esse vinagre eh um must! :-)

 
At 5/9/06 00:09, Blogger tempodividido said...

Óptima estreia fotográfica :) O vinagre deve ser excelente, mas eu tenho pena das framboesas. Envinagradas...

 
At 5/9/06 23:27, Blogger o avental said...

Não tenha pena das framboesas. O vinagre deve sair óptimo e as framboesas depois não se vêem. E, fazendo um trocadilho, quem não vê é como quem não sabe. Bem mais lindos são os cabritos e nós digerimo-los na santa paz do Senhor e na suma felicidade deste mundo :(

Como diz Fezoca, é um must.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home