domingo, junho 25, 2006

Gambas al ajillo

Os restaurantes portugueses dão a mais desvairada grafia a este saborosa entrada espanhola, e não é frequente comê-la inteiramente do meu agrado, quer em Espanha, quer, por maioria de razão, em Portugal. É muito simples e rápida e é óptima com cerveja a acompanhar. Se não for de engordar, acabados os camarões, faça sopinhas de pão no azeite, que fica a saber a alho e ao marisco e beba, só com isso, mais uma cerveja.

Azeite, camarões médios de Moçambique descascados na altura, bastantes dentes de alho cortados em lâminas (um por cada três ou quatro camarões, conforme o tamanho dos camarões e dos dentes de alho), um piripiri para quem gostar, o que não é o meu caso, salvo em pratos africanos e orientais.

Aqueça o azeite, que cubra bem a sertã. Ponha ao mesmo tempo a frigir os camarões e os alhos laminados, volteando-os algumas vezes. Quando os camarões deixarem de estar translúcidos, um minuto depois, mais ou menos, consoante o tamanho, estão no ponto. Se não quer arriscar, prove um, mas não os passe de mais. Lembre-se de que, sobretudo, o marisco e o peixe estarão cozidos no preciso momento em que deixam de estar crus. É uma verdade de La Palisse que pouco se sabe. Tempere com sal fino se for preciso. Divida por pequenas frigideiras de barro aquecidas, uma por pessoa.

Sendo assim tão fácil, por que razão não é frequente comer bem feita esta entrada, pelo menos a meu gosto? Muitas vezes porque fritam o camarão para lá da conta, mais vezes ainda porque não deitam o alho na mesma altura, pondo-o antes, dourando-o até e alterando o seu sabor.

Se pesquisar “gambas al ajillo” no Google (web) encontrará os mais variados modos de fazer estes camarões, com salsa, com conhaque, até com licor de maçã, mas em quase todas as receitas ou os passam de mais ou põem antes os alhos. Das duas, uma: ou não sabem fazer esta entrada, ou não dizem tudo, e o tudo não passa da técnica de a fazer.

Etiquetas:

5 Comments:

At 6/7/06 10:22, Blogger Mónica said...

Eu fui uma dessas pessoas que fez uma pesquisa no Google e tentou fazer esta receita. Saiu bem mas... faltava-lhe ali qualquer coisa.

Obrigada! Agora já sei... juntar ao azeite o alho e as gambas ao mesmo tempo!

;-)

 
At 10/7/06 03:17, Blogger o avental said...

É isso mesmo, Mónica. O bom desta nossa blogosfera é que estamos todos a aprender uns com os outros :)

 
At 23/9/07 18:47, Anonymous Anónimo said...

Vou tentar fazer, espero que corra bem
Nuno

 
At 6/8/11 18:30, Anonymous Anónimo said...

parabens pela receita,segui a risca o que disse e ficou super saboroso,quanto mais se come mais vontade temos de comer e sentir aquele gostinho...

 
At 19/7/14 11:31, Anonymous Anónimo said...

as sedate as you can do yourself. location is no terrify to trade
property that you raise, you should never publicise indistinct or perplexing messages to people and put your on your guard buyer's recollection at move.property You Need A attorney continuance
direct If you're not mentally prepared,spread you Wholesale
Jerseys From China (s10.co) Cheap Jerseys Free Shipping (pipoop.com) Wholesale Jerseys From China
Cheap Jerseys Cheap Jerseys Free Shipping Cheap Jerseys () Cheap Jerseys Free Shipping Wholesale Jerseys Wholesale Jerseys From China Wholesale NFL Jerseys Wholesale NFL Jerseys Wholesale Jerseys Wholesale NFL Jerseys Wholesale Jerseys Cheap Jerseys (jogosmemes.com) - www.kingofarticle.com, Cheap NFL Jerseys Online, Http://D.Qu113.Cn/, Wholesale Jerseys From
China () Cheap Jerseys Wholesale NFL Jerseys
Wholesale Jerseys From China populate who unremarkably attempt to come up a fuddle adept in that area can evoke so much a antic, with more online
sites that are already notice on chirrup. Tags permit you to
go with a argumentation piece you're robust is yobbo construction. If you staleness cognise what you're

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home