sexta-feira, dezembro 29, 2006

Um doce de Natal de confiança


Estas fatias, já obrigatórias no Natal, são muito boas e vêm como Fatias à Moda da Minha Mãe no excelente livro Cozinha Regional Portuguesa, de Maria Odete Cortes Valente.

Para doze fatias de pão de forma comprado já cortado e sem côdea, levou:

O tal pão de forma.
ovos inteiros bem batidos - 12
Açúcar - 750 g
Água para a calda - q.b.
Manteiga - 50 g

Apura-se a calda de açúcar num tacho ou sertã largos até ponto de pérola (108ºC ao nível do mar, 106ºC aqui), junta-se a manteiga partida aos pedaços para derreter mais depressa. Uma vez derretida, demolham-se as fatias bem demolhadas no ovo, sem, no entanto, as deixar nele. Colocam-se na calda a fervilhar no mínimo, com a ajuda de uma escumadeira. Viram-se uns dois ou três minutos depois, espera-se outro tanto, e retiram-se para a travessa de serviço, tudo com a dita escumadeira. Enfeita-se a gosto. Eu uso cerejas confitadas. Não há muito que inventar nos doces de Natal. A receita fala em canela, que não ponho.

Etiquetas:

2 Comments:

At 29/12/06 19:31, Blogger Paula said...

Experimento esta agora na passagem de ano... deve ser deliciosa.

 
At 30/12/06 19:18, Blogger o avental said...

É rápida, fácil e muito boa, Paula. E nunca falha também :) Tenha um bom ano de 2007.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home