sexta-feira, dezembro 29, 2006

Nem tudo o que reluz é oiro, as iludências aparudem, etc.

Fiz duas vezes sonhos na vida. Da primeira, há uns anos, explodiam. Parecia o Carnaval na fritadeira. Agora, neste Natal, ficaram como se vê na imagem. Uma beleza.

Mas se pudesse abanar alguns deles, ouvia chocalhar algo lá dentro. Depois da autópsia, revelaram uma bola solta de massa crua no bojo, além de estarem ensopados de óleo.

Foi no que deu ter seguido à risca a receita do Pantagruel, sem ouvir os conselhos de outros.

Se alguém souber fazer aqueles sonhos enormes, que às vezes se vêem nas pastelarias, e mo quiser dizer, tento uma terceira vez. Caso contrário, quanto a sonhos (comestíveis), estamos conversados.

Etiquetas:

12 Comments:

At 29/12/06 19:38, Blogger Paula said...

Avental, não sei se será muito ortodoxo fazê-los assim... eu sigo esta receita do Chef Simon : http://chefsimon.com/patchou.htm

e depois procedo como explica aqui:

http://chefsimon.com/penon.htm

Não falham!

Parti do princípio que não tem dificuldades com o franciú, mas se tiver tenho todo o prazer em lhe traduzir a receita, é só dizer!

 
At 29/12/06 21:37, Blogger Laranja com Canela said...

Avental,
este ano experimentei fazer uns sonhos de limão e adorei. Ficam grandes e quase ocos por dentro, como eu gosto.

 
At 30/12/06 10:44, Blogger marta said...

Parto do princípio que os está a furar com uma agulha meio grossa?!

 
At 30/12/06 11:24, Anonymous Marina said...

Experimente esta receita de um empresário do pão brasileiro Benjamim Abrahão

Ingredientes

Sonho - Benjamim Abrahão

ingredientes

500 gr de farinha de trigo
50 gr de fermento de pão
100 gr de margarina
100 gr de açúcar
2 ovos
1 pitada de sal
1 pitada de vanilina ou baunilha
1 copo de água aproximadamente


modo de preparar

faça uma esponja com 50 gramas de farinha de trigo, o fermento e um pouquinho de água.
deixe-a descansar por uns 15 minutos. após este descanso, adicione o restante dos ingredientes e faça uma massa bem macia. espere o crescimento desta massa durante uns 10 minutos.
após este descanso, faça os modelos em bolinhas de 30 gramas cada uma e coloque-as em assadeiras levemente untadas.
espere o crescimento coberta com um pano, até quase atingir o seu dobro. após tudo pronto, frite-os em óleo lento, não muito quente.

recheio

ingredientes
½ litro de leite
250 gr de açúcar
75 gr de farinha de trigo
4 gemas
1 pitada de vanilina ou baunilha


modo de preparar

leve o leite para ferver junto com a metade do açúcar.
quando estiver fervendo, misture a outra metade do
açúcar com a farinha de trigo peneirada e despeje
junto. sempre mexendo para não encaroçar. adicione o
restante dos ingredientes, cozinhe por mais alguns
instantes e está pronto o creme.
espere esfriar, recheie os sonhos e por cima polvilhe
açúcar de confeiteiro.

 
At 30/12/06 19:26, Blogger o avental said...

Paula, partiu do princípio de que sei franciu e como deve partir-se do princípio, partiu bem :)

Vou analisar a receita. Mas digamos que ainda estou com o trauma dos sonhos (de mesa) para ter a coragem de me ir de novo a eles. Obrigado.

 
At 30/12/06 19:30, Blogger o avental said...

Eu vi-os, eu vi-os,Laranja com Canela, e como nunca fui invejoso, alegrei-me que lhe tenham saído bem. Tive mesmo um comentário escrito nesse post, no entanto como desapareceu quando o quis publicar e o meu tempo é sempre pouco, não o repeti.

Tenha um bom 2007.

 
At 30/12/06 19:32, Blogger o avental said...

Marta, furava-os com um fuso de espetada :(

 
At 30/12/06 19:34, Blogger o avental said...

Marina, suponho que, mais que sonhos, sejam bolas de Berlim. Serão?

Um bom 2007.

 
At 30/12/06 23:06, Anonymous mirtilho said...

Aqui vai a minha receita. Crescem mesmo, desde que a massa fique bem batida e homogénea e a deixes descansar uma ou duas horas, coberta para não secar.



1. Leva-se ao lume um tacho com

- 4 dl de água
- 60 gr. de manteiga
- 1 casca de limão
- 1 pitada de sal
- 30 gr. de açúcar

2. Quando levantar fervura, retira-se a casca e junta-se de uma só vez

- 200 gr. de farinha de trigo
- 50 gr. de maisena

3. Mistura-se muito bem com a colher de pau até formar uma bola que se despega.
Retira-se do lume, deita-se numa tigela e mexe-se bem até arrefecer. Por vezes meto a mão e amasso até chegar à temperatura pretendida - morna ou fria.

4. Adicionam-se um a um, batendo mto bem entre cada adição - e aqui vai outra vez a mão, embora a receita não o preveja*

- 5 ovos inteiros

5. Fritam-se às colheradas em lume muito brando (e aqui está parte do segredo para que saiam bem, a temperatura do óleo - os dois ou três primeiros, e até eu acertar a temperatura, quase não crescem) e vou-os picando com um espeto.

Voila! Espero que tenhas sucesso.


* conheço quem utilize a batedeira

 
At 31/12/06 12:30, Blogger o avental said...

Obrigado, Mirtilho. Também fritei os pesadelos em óleo brando (150ºC), e só vejo essa razão de terem ficado oleosos, escorridos que foram como qualquer frito. Bom ano.

 
At 4/1/07 00:08, Blogger Tareca said...

O meu voto vai para a receita da Laranja com Canela.
Fi-los este ano e gostei. Crescem, não ficam com massa crua por dentro e, importantérrimo, ficam sequinhos.

 
At 12/9/08 13:02, Anonymous gleice_paula@ig.com.br said...

ola como eu sei quanto tem em uma colher de sopa.eu preciso de 30gr de fermento como eu sei o quanto tem em uma colher de sopa

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home