domingo, setembro 23, 2007

Figos com basílico e presunto


O que me atrai mais na cozinha é inventar e recriar. Nesta entrada, foi recriar, é evidente.

Para temperar os figos (pingo de mel), juntei-lhes pimenta preta do moinho e basílico picado miudamente, o suficiente para que soubesse a ele sem dúvidas. Mais nada, e fez toda a diferença. Tornou uma ligação um pouco desconsolada, a dos figos com presunto, em algo muito vivo e diferente. Tudo o mais se vê na imagem. O figo inteiro foi só para enfeitar. A qualidade do presunto, não sendo de Parma e, muito menos, ibérico de bolota, era boa.

É que hoje tive a almoçar em casa una ragazza siciliana, alegre e bonita, e daí a ideia do basílico (mangericão), erva de tempero sobretudo italiano, como sabemos. Foi um almoço muito simples, que já vínhamos pesadotes do jantar de ontem, um belo jantar. A abrir o apetite, um porto branco Churchill's dry, vinho de qualidade firme, pouco visto, bastante seco e aromático, e depois pimentos de piquilho recheados com uma brandade de bacalhau (pode ver uma receita no Elvira's Bistrot), molho bechamel a cobrir e, para gratinar, queijo grana padana por cima, acompanhados de um Bucelas bastante bom, Prova Régia 2005.

O prato principal foi confit de coxas de pato, com vegetais passados pelo wok. Bebemos, com o confit, um excelente espumante bruto, creio que de 1999, Sete Irmãos Unidos, D.O.C. Távora-Varosa. Mete num chinelo muita coisa conhecida e (mal) exaltada. A sobremesa, levei-a eu. O tal pudim de que falei aqui e de que darei conta mais tarde, uma bomba ultracalórica, de veludo, insinuante.

Etiquetas:

9 Comments:

At 23/9/07 22:01, Anonymous Marcel said...

À primeira vista eu pensaria num Jerez fino, mas adorei a idéia de um Porto branco. Muito boa idéia, vou tentar repetir por aqui...
abs do Brasil,
Marcel.

 
At 24/9/07 01:27, Blogger Nani do Paulo said...

Quando vi o nome da receita lá na cozinhas do mundo vi aqui correndo dar uma espiadinha, aqui em casa tem pé de figo e sempre estraga por eu não saber o que fazer com tanto figo.
Adorei seu blog e a receita.
Beijocas!

 
At 24/9/07 09:58, Blogger Elvira said...

Isso é tudo o que eu gosto! :-)

Figos com presunto... Haverá melhor combinação de sabores...?

PS: obrigada pela referência a minha brandade.

 
At 24/9/07 12:18, Blogger Marizé said...

Que entrada fantástica, adorei!

 
At 24/9/07 18:10, Anonymous avental said...

Marcel, isto não é ser arrivista, mas este porto é muito superior a qualquer xerês que eu conheça, fino, oloroso, manzanilla, e conheço-os bem. Falo do Churchill's Dry Port Whine, da Grahams, que é quase uma raridade.

 
At 24/9/07 18:14, Anonymous avental said...

Nani, pode fazer alguma coisa com os figos, compota, doce, secá-los ou fazer uma entrada com eles, esta ou outra. A imaginação só tem o seu próprio limite.

 
At 24/9/07 18:15, Anonymous avental said...

Nani, pode fazer alguma coisa com os figos, compota, doce, secá-los ou fazer uma entrada com eles, esta ou outra. A imaginação só tem o seu próprio limite.

 
At 24/9/07 18:55, Anonymous avental said...

Elvira, pessoalmente prefiro entradas de presunto com outras frutas, melão, meloa, pêssego, ananaz, e ando com ideia de experimentar uma outra. Os figos ganharam muito foi com o manjericão, ficando a pimenta preta em segundo plano. E também as outras frutas :)

 
At 24/9/07 18:57, Anonymous o avental said...

Havia de gostar de prová-la, Marizé, mas também é fácil. Ainda estamos no tempo dos figos e o manjericão não é difícil de arranjar neste país de pizas :)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home