quinta-feira, janeiro 11, 2007

Um cabrito só na assadeira


Assei este bocado de cabrito há dias. Testava sobretudo o modo de o assar. Pus-lhe sal, algum alho (que para a próxima retirarei), pimenta preta e banhei-o em azeite. Esteve assim mais de 24 horas, tendo as peças recebido algumas massagens, umas 8, espaçadas, é claro, para o azeite penetrar na carne, bem como os temperos. Isto porque a carne de cabrito é um pouco seca. E foi assim a assar, sem mais nada, nem sequer um pouco de água no fundo como é meu costume. Assado, retirei-o do tabuleiro e deglassei a parte agarrada com um pouco de vinho branco e água, que deixei concentrar um pouco. Estava bastante bom, a carne firme e untuosa.

O mais foi preguiça e falta de imaginação. Podia ter ido muito mais longe que este tomatito assado com pimenta preta, orégãos, azeite, sal e queijo da serra depois, uma italianada com sabor português. Além dos já malfadados bróculos em vapor. Podia usar mel de urze, por exemplo, e uma estrutura em massa brick, o rosmaninho que se vê daqui e desossar o cabrito, montando uns pratos bonitos.

Mas não. Foi assim mesmo, às três pancadas. Ando mesmo sem inspiração nenhuma e, sem ela, não me apetece cozinhar.

Etiquetas:

10 Comments:

At 11/1/07 21:15, Blogger Fezoca said...

ha tantos anos que nao como um cabrito! Este seu esta com uma cara maravilhosa, ate me deu agua na boca. Parabens! :-)

 
At 12/1/07 00:09, Anonymous mirtilho said...

Só tenho pena de estar sem imagens, não sei porquê, para 'completar' o receituário.

 
At 14/1/07 18:31, Blogger marta said...

Também já me fartei há uns tempos dos bróculos.
Então "inventei" (sabe como são estas invenções: nunca ouvi falar, nunca vi, nunca comi mas se calhar já se faz num ror de sítios)o puré de bróculos.
Cozo os bróculos, em água ou ao vapor; passos rápidamente por um bocadinho de azeite com uma lasca de alho frito e com a varinha mágica reduzo a puré. Como fica muito grosso ponho um pouco de leite.
Os que já comeram, gostam.
Se lhe agradar a ideia com a sua disciplina das medidas deve ficar de maravilha.
Ainda só experimentei com leite.
Bjs.

 
At 14/1/07 20:04, Blogger cinderela-dos-pes-grandes said...

Esta preparação tem o ar saboroso das coisas simples e fundamentais!... :) Inspirou-me, sem dúvida!...
Obrigada!

 
At 15/1/07 00:25, Blogger o avental said...

Marta, é uma boa ideia, essa do puré de bróculos. Já cá fica.

Obrigado pela receita do folar. Mais para junto da Páscoa.

 
At 15/1/07 12:33, Blogger marta said...

Não fui eu que lhe mandei a receita do folar, embora faça um também muito bom.
Há mais Martas pela blogosfera.
Beijinho avental.


PS. A melhor bola que comi até hoje, feita num dos solares do Minho, era feita em forma alta de bolos e com as carnes também todas espalhdas. Nunca consegui a receita.

 
At 15/1/07 15:12, Blogger o avental said...

Fezoca, se eu metesse um no avião em Lisboa, dez horas depois estava aí, e era só acabar de assar. As impossibilidades da bogosfera :(

 
At 15/1/07 15:15, Blogger o avental said...

Cinderela, há coisas que são extremamente simples no sabor, e essas para mim são também as melhores. Por exemplo, esse bife aí em cima. Trabalhoso, mas muito simples nos seus gostos.

 
At 15/1/07 15:18, Blogger o avental said...

Miirtilho, espero que já tenha visto as imagens.

Peço desculpa por confundi-la com a Marta. Para junto da Páscoa, publico a sua receita e faço o folar.

 
At 15/1/07 15:26, Blogger o avental said...

Marta, sim, não faltarão Martas na blogosfera :) O curioso é que a confundi com a Mirtilho, pensava que era a Marta com um nick :)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home