domingo, maio 28, 2006

Fast Good

Fast Good é um restaurante que Ferran Adrià abriu em Madrid, restaurante onde nunca fui e que está na minha rota de colisão. Comida rápida, a preço razoável e de grande qualidade para quem, em Madrid, tem sempre pressa.

Vem isto a propósito de uns ovos mexidos com tomate, rápidos e simples, também da minha autoria, mas de nada derivados, a não ser dos próprios ovos mexidos.

Por pessoa:

3 ovos Meio tomate bem vermelho e rijo, com pele e sem sementes, picado miúdo, no tamanho de ervilhas.Manteiga com sal - 1 colher de sopa.

Abrem-se os ovos para uma tigela e deixam-se por bater. Derrete-se a manteiga e passa-se nela o tomate picado até vermos que está perto de perder o sumo e de o próprio sumo que o tomate largou ter-se evaporado. Nesta altura juntam-se os ovos tal como estão, sobe-se o calor e mexem-se rápidamente. Devem servir-se cremosos e a ver-se, aqui e além, um pouco da clara branca. Não levam sal, o da manteiga é suficiente

Guarnição: uma tosta, em que se monta uma fatia de queijo flamengo(ou outro de sabor suave) e, sobre o queijo, duas pontas de espargos verdes de conserva. Leva-se a tosta uns segundos ao microondas, o tempo suficiente e exacto para começar a derreter o queijo. Se tiver a sorte de ter anchovas daquelas enroladas, ponha-lhe uma em cima à saída. É um sabor forte que vai bem com a suavidade do resto.

E, finalmente, se achar um rosé no frigorífico, beba um pouco dele, que os ovos não vão bem com vinho nenhum, e o rosé (dizem) foi imaginado pelos americanos para ser servido tanto com carne como com peixe. Tem esse lado prático yankee de acudir a tudo e de não ir bem com nada.

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home